Esclarecimento da Secretária de Estado do Ambiente face à publicação do artigo «Ambiente, um Ministério de Negócios»

Getty Imagens

Em nome da Secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa, vimos por este meio prestar o seguinte esclarecimento, face à publicação do artigo «Ambiente, um Ministério de Negócios», do Semanário «Novo» de 14 de maio:


1. Antes de integrar, como adjunta, o gabinete do então Ministro do Ambiente, a Engenheira Inês dos Santos Costa, solicitou e obteve licença sem vencimento da empresa 3Drivers, com efeitos a 27 de junho de 2016;2.

Em 23 de outubro de 2019, antes de assumir funções como Secretária de Estado do Ambiente do XXII Governo Constitucional, apresentou a sua demissão e consequente cessação do contrato de trabalho com a sociedade;3.

Até 21 de outubro de 2019 deteve uma participação correspondente a 5% do capital social da empresa 3 Drivers, sem que tivesse associada qualquer função de direção ou gestão, que alienou nessa data. Em conclusão:

É falso que em algum momento tenha acumulado funções entre o Gabinete e a empresa;- É falso que tenha tido intervenção em qualquer procedimento pré contratual em que a empresa participou;- É falso que tenha existido qualquer situação de incompatibilidade ou conflito de interesses.


Lamenta-se que o artigo em questão apresente falsidades e insinuações que em nada contribuem para dignificar a imprensa ou as instituições democráticas, e que não deixam de manchar o bom nome da atual Secretária de Estado do Ambiente.

Ficheiros: Esclarecimento da Secretária de Estado do Ambiente face à publicação do artigo «Ambiente, um Ministério de Negócios»

Tags:comunicação social

Áreas:Ambiente e Ação Climática

XXII Governo De Portugal