Primeiro dia de vacinação contra a Covid-19 de profissionais do pré-escolar e primeiro ciclo, Odivelas, 27 março 2021

O Primeiro-Ministro António Costa, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Secretário de Estado que coordena o combate à pandemia na região de Lisboa, Duarte Cordeiro, acompanharam o primeiro dia do processo de vacinação contra a Covid-19 Covid-19 de docentes e não docentes dos estabelecimentos de educação pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico, em Odivelas.

O Primeiro-Ministro afirmou que, «estamos, neste fim-de semana, a fazer um exercício muito importante que é a administração da primeira dose da vacina a grande parte dos educadores de infância, dos professores do primeiro ciclo e dos assistentes operacionais dos jardins de infância e das escolas do primeiro ciclo. Nos dias 10 e 11 de abril vamos concluir esta operação, juntando-lhe também todos os que trabalham nas creches».

«Este exercício é importante, não só para dar segurança a todos os que trabalham nas escolas, mas também para testarmos estes postos rápidos de vacinação. Este teste é muito importante» porque «durante o mês de abril está previsto que venhamos a receber 1,8 milhões de vacinas, ou seja, vamos receber em abril tantas vacinas quantas as que recebemos em janeiro, fevereiro e março», disse.

António Costa sublinhou que isto significa «que vamos ter de triplicar o esforço de administração das vacinas. Todo o processo que tem decorrido até agora nos centros de saúde, vai ter de ser complementado com cerca de 150 postos de vacinação rápida, para assegurar que vamos cumprir as nossas metas».

Assim «hoje, não só estamos a vacinar para melhorar a segurança nas escolas, mas também para testar este sistema de vacinação que, temos de ir preparando para a fase em que as vacinas estão disponíveis e vamos ter de administrar, pelo menos, 100 mil vacinas por dia», sublinhou.

O teste tem de ser feito agora, porque a vacinação de tão grande número de pessoas diariamente «é muito exigente do ponto de vista logístico e de organização, para que quando chegarmos a abril estejamos prontos e as coisas corram da melhor forma», concluiu o Primeiro-Ministro.

79 mil docentes e funcionários

A vacinação vai ser administrada quase 79 mil docentes e assistentes, que foram convocados por mensagem sms para os seus telemóveis.

O processo de vacinação vai decorrer de três formas: nos concelhos onde o número de pessoas a vacinar seja inferior a 250, será nos centros de saúde; nos em que a vacinação abranja entre 250 e 500 pessoas, será nas escolas; e nos onde haja mais de 500 pessoas, será nos postos de vacinação rápida.

Depois da vacinação dos funcionários do pré-escolar e do primeiro ciclo, o processo de vacinação dos profissionais da educação vai decorrer de forma progressiva durante o mês de abril, acompanhando o processo de desconfinamento. 

Primeiro-Ministro António Costa, Ministro Tiago Brandão Rodrigues e Secretário de Estado Duarte Cordeio no primeiro dia de vacinação contra a Covid-19 de profissionais do pré-escolar e primeiro ciclo, Odivelas, 27 março 2021

Fonte: Republica Portugal xxi Governo