Afeganistão: Os Talibãs anunciam uma contra-ofensiva no vale Panshir

Enquanto as evacuações aéreas continuam em uma atmosfera caótica no aeroporto de Cabul, o governo Talibã anunciou no domingo o lançamento de uma grande ofensiva contra a única área que ainda resiste, o Vale Panshir. “Centenas de mujahedin no Emirado Islâmico estão indo para o estado de Panshir para controle depois que as autoridades locais se recusam a entregá-lo pacificamente”, disse o Talibã em sua conta árabe no Twitter.

© HOSHANG HASHIMI Les Talibans ont annoncé vouloir lancer une offensive contre le Panshir, qui lui résiste encore. Hoshang Hashimi / AFP

Os Talibã entraram em Cabul em 15 de agosto sem encontrar resistência, na sequência de uma ofensiva relâmpago que começou em maio após o início da retirada das forças americanas e da OTAN. Um bolsão de resistência se formou no vale Panshir, a nordeste de Cabul, há muito conhecido como uma fortaleza anti-Talibã. Esta Frente de Resistência Nacional (FNR) é notavelmente liderada por Ahmad Massoud, filho do Comandante Ahmed Shah Massoud assassinado em 2001 pela Al-Qaeda.

O “Leão de Panshir”
O porta-voz do FNR, Ali Maisam Nazary, disse à AFP que a Frente estava se preparando para “um conflito duradouro” com o Talibã. Segundo ele, milhares de afegãos se juntaram ao vale Panshir para lutar contra o novo regime. As fotos tiradas pela AFP durante os exercícios de treinamento mostram veículos blindados dirigindo pelo vale.

“Os Talibãs não vao durar se continuar assim. Estamos prontos para defender o Afeganistão e alertamos para um banho de sangue ”, disse Massoud ao canal Al-Arabiya no domingo. Em 1997, Ahmed Shah Massoud, lendário senhor da guerra apelidado de “O leão de Panshir”, explodiu o túnel Salang, construído durante a invasão soviética do Afeganistão (1979-1989), fechando assim a porta da frente do vale pelo sul. Apesar das inúmeras tentativas, osTalibãs nunca conseguiram apreender Panshir.

Fonte:AFP/LeParisien/RL33