AO MINUTO: França deixa ‘cair’ testes; Variante Delta 60% mais contagiosa

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

© Getty

Portugal registou, esta terça-feira, o maior número diário de casos desde o dia 6 de abril. Foram, no total, 769 novos casos, a maioria deles registados na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Após dois dias com o número de infetados a superar as sete centenas, foi também revelado que o Reino Unido decidiu retirar Portugal da lista verde de países considerados seguros para viajar. Uma decisão “difícil de alcançar”, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

As autoridades britânicas tomaram esta decisão alegando, entre outras questões, a existência de “uma espécie de mutação do Nepal da chamada variante indiana que foi detetada e simplesmente não sabemos o potencial que pode ter para resistir à vacina”. 

Especialistas do INSA referem que os dados do Reino Unido “não correspondem à realidade” e sustentam que os casos desta variante em Portugal “são poucos, estão concentrados e perfeitamente identificados em pequenas comunidades”.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

10h37 – Dados atualizados de África: África registou mais 255 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o total de óbitos desde o início da pandemia para 131.696, e 18.552 infetados, de acordo com os dados oficiais mais recentes.

10h35 – Variante detetada na Índia pode ser 60% mais contagiosa. A variante do novo coronavírus detetada na Índia, chamada Delta, pode ser 60% mais contagiosa do que a encontrada em Kent (sudeste da Inglaterra), chamada Alpha, disse Neil Ferguson, um dos principais especialistas do Imperial College London.

10h24 – Nepalesa? “Uma variante que nós nem sequer valorizávamos muito”. Virologista Paulo Paixão considera que o Reino Unido quis encontrar um “pretexto” para limitar o Turismo. “A probabilidade de algum britânico vir a Portugal e se infetar com esta variante é mínima”, assegurou.

10h09 – Sabia que a promoção de sistemas alimentares saudáveis e sustentáveis faz parte da receita da OMS para uma recuperação saudável da Covid-19 ?

10h00 – Londres defende decisão “ultra cautelosa” de tirar Portugal do “verde”. O ministro da Habitação britânico, Robert Jenrick, defendeu hoje a “abordagem ultra cautelosa” de despromover Portugal da “lista verde” de viagens para a “lista amarela” enquanto é avaliado o risco de uma mutação da variante Delta do coronavírus. 

09h52 – Cerca de 180 mil pessoas em isolamento em Cantão, sudeste da China.  As autoridades chinesas colocaram hoje mais dois bairros em Cantão em quarentena, com entradas e saídas interditas, aumentando para 180.000 o número de pessoas em isolamento após ter sido detetado um surto na cidade.

09h20 – Espanha pode atingir os 10 milhões de pessoas inoculadas com duas doses da vacina contra a Covid-19. A ministra da Saúde espanhola acredita que o país vai atingir esta meta esta sexta-feira.

09h10 – Aumento de novos casos em Lisboa pode ‘adiar’ fim do teletrabalho. Lisboa tinha 153 novos casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados mais recentes, divulgados há uma semana pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Estes números serão atualizados esta sexta-feira, dia 4 de junho. Caso os dados divulgados hoje confirmem que Lisboa continua a registar uma incidência superior a 120 novos casos por 100 mil habitantes, o regresso ao escritório é atrasado até que o número de novos casos da Covid-19 na região volte a abrandar. 

09h00 – Saída da ‘lista verde’? “Não basta que o MNE diga que é inaceitável”. Manuela Ferreira Leite usou do seu espaço de comentário na TVI24 para revelar ter “muita dificuldade em interpretar” a decisão “tão repentina” do Reino Unido de retirar Portugal da ‘lista verde’ de países seguros no que toca à Covid-19.

“Gostava de saber, sinceramente, qual é que foi o contrato que levou a que nós tivéssemos aceite uma situação destas relativamente a duas equipas inglesas”, para que o país tivesse sido considerado “relativamente seguro para receber milhares de adeptos ingleses para Portugal” e “passado pouco tempo, sem nenhuma explicação, ou pelo menos não muito forte, se tome uma medida que se sabe que é muito contrária aos interesses do país”, afirmou.

08h55 – O Governo espanhol prorrogou até 22 de junho as restrições aos voos entre o Brasil e a África do Sul e os aeroportos espanhóis, a fim de limitar a propagação e disseminação de novas variantes do coronavírus. A medida foi publicada hoje no Boletim Oficial do Estado (BOE). 

08h40 – A França vai permitir, a partir de 9 de junho, que entrem no país, procedentes de qualquer pais da UE, pessoas que tenham um certificado de vacinação, sem que precisem de mostrar um teste de PCR negativo. A informação foi avançada esta sexta-feira, pelo governo gaulês, que anunciou as condições abertura do turismo no país.  

08h35 – Japão vai fornecer 1,24 milhões de vacinas a Taiwan. O Japão vai fornecer 1,24 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 a Taiwan, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Toshimitsu Motegi, quando a ilha está a encontrar problemas de abastecimento.

08h30 – Dados atualizados da Índia: A Índia registou 2.713 mortes por Covid-19 e 132.364 casos da doença nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades indianas.

7h52 – EUA odeiam a Venezuela? O Presidente Nicolás Maduro condenou a decisão dos Estados Unidos de excluirem o país da listagem de países da região para os quais Washington vai doar vacinas contra a Covid-19.

São uns miseráveis, odeiam-nos, mas a Venezuela vai ter as suas vacinas”, disse Nicolás Maduro, considerando que o país liderado por Joe Biden mantém “uma perseguição horrível e miserável” contra a Venezuela, “para que as vacinas não cheguem” ao país.

7h40 – O Paraguai recebeu 134.400 doses de vacina contra a Covid-19 adquiridas através do mecanismo Covax, esta quinta-feira. Neste dia, o país sul-americano registou 102 novas mortes por Covid-19, elevando o número total de mortes para 9.498 desde o início da pandemia.

07h30 – Alemanha ultrapassa as 89 mil mortes. A Alemanha contabilizou, nas últimas 24 horas, mais 3.165 novos casos de Covid-19. O país soma agora um total de 3.695.633 infetados desde que a pandemia teve início. Quanto aos mortos, são agora 89.026 o total de vítimas mortais do novo coronavírus, mais 86 do que ontem.

07h27 – Província chinesa deteta mais nove casos locais de Covid-19. A província de Guangdong, que faz fronteira com Macau e Hong Kong, detetou nove casos locais de Covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou hoje a Comissão de Saúde da China.

07h25 – Variante indiana no país? Microbiologista contesta valores do Reino Unido. O microbiologista do INSA João Paulo Gomes disse ter sido com estranheza que recebeu a notícia da decisão do Reino Unido, porque a variante indiana em Portugal não atingiu sequer os 5% (está em 4,8%), e dentro desta estão os 12 casos da mutação, tendo no mundo sido reportados apenas 90 casos (da variante indiana com essa mutação).

Portanto, concluiu João Paulo Gomes, está a “fazer-se uma tempestade num copo de água” e o que diz o Reino Unido “não faz sentido”, como não é explicável o impacto económico que resulta de uma decisão assente em 12 casos.

7h22 – Enquanto dormia:

  • Dados atualizados nos EUA: Os Estados Unidos registaram 589 mortes devido à covid-19 e 19.687 casos da doença nas últimas 24 horas;
  • Dados atualizados no México: O México registou 216 mortes devido à Covid-19 e 2.894 casos da doença nas últimas 24 horas, anunciou na quinta-feira o Ministério da Saúde mexicano.
  • Dados atualizados na China: A província de Guangdong, que faz fronteira com Macau e Hong Kong, detetou nove casos locais de Covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou hoje a Comissão de Saúde da China.

7h20 – Bom dia, iniciamos um novo registo. Para conferir as atualizações de quinta-feira, clique aqui.

Fonte: Noticias ao Minuto/Andrea Pinto