Costa homenageia hoje VII Governo Constitucional de Pinto Balsemão

Primeiro Ministro Portugues – Antonio Costa

Lisboa, 02 Setembro 2021 (Lusa) – Radio Os Latinos 33

O primeiro-ministro, António Costa, assinala hoje os 40 anos do VII Governo Constitucional, o segundo da Aliança Democrática (AD) – PSD, CDS e PPM -, liderado por Francisco Pinto Balsemão, com uma homenagem em São Bento.

A sessão seguirá o mesmo modelo da cerimónia também promovida por António Costa em julho de 2016 para homenagear os 40 anos do I Governo Constitucional, liderado pelo antigo Presidente da República e fundador do PS, Mário Soares, que faleceu em janeiro de 2017, disse à Lusa fonte do executivo.

O VII Governo Constitucional – o primeiro de dois liderados por Pinto Balsemão – tomou posse em 9 de janeiro de 1981, após a morte do líder do PSD e primeiro-ministro, Francisco Sá Carneiro, tendo terminado o seu mandato em 4 de setembro do mesmo ano.

Francisco Pinto Balsemão liderou depois o VIII Governo Constitucional, que durou até 09 de junho de 1983 – executivo que incluiu no cargo de vice-primeiro-ministro o então líder do CDS, Freitas do Amaral, que não fez parte do anterior, o VII, por opção pessoal; e em que o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, desempenhou as funções de ministro dos Assuntos Parlamentares.

A sessão de homenagem ao primeiro executivo liderado por Francisco Pinto Balsemão abre com um discurso de Mota Amaral, fundador do PSD, antigo presidente do Governo Regional dos Açores (1976/1995) e da Assembleia da República (2002/2005). Seguem-se intervenções de Pinto Balsemão e do atual primeiro-ministro.

Para a cerimónia de hoje, estão convidados titulares de órgãos de soberania, com particular destaque para o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, e o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, assim como membros do Conselho de Estado e líderes partidários, salientando-se aqui Rui Rio, que foi apoiado por Pinto Balsemão nas suas candidaturas à presidência do PSD.

Em São Bento, estarão ainda amigos e colaboradores diretos do antigo primeiro-ministro e fundador do PPD, em 1974, não apenas na esfera política, como também ao nível empresarial.

PMF // FPA

Lusa/RL33